Noticias‎ > ‎

Pesquisa - CONTEUDO ENSINADO

postado em 1 de fev de 2018 06:52 por Fernanda Murphy

A quarta pergunta da pesquisa foi com relação ao CONTEÚDO ENSINADO:

64% acham ser um bom balanço
16% acham um conteúdo ótimo
4% acham que falta conversação e gramática
4% acham muita gramática e pouca conversação
12% responderam:

Seria ótimo se pudéssemos seguir o currículo do Brasil, mas há dificuldades como carga horário.

Falta diferenciação entre os níveis de português

Há sempre a tentativa de mesclar conversação, leitura e atividades de alfabetização.

Ok, vamos lá: Roberta Boschi, por favor fique a vontade para dar o seu ponto de vista nos comentários!

Pessoalmente, eu acho impossível seguir a carga horária do Brasil por justamente não termos como ter aulas de português todos os dias.

A diferença de nível foi reduzida e estamos avaliando a nova mudança nas turmas Beija Flor e Onça Pintada.

Ter um bom balanço é importante pois não se aprende um idioma sem gramática ou sem conversação. Claro que cada aluno é diferente e os pais conhecem seus filhos melhor do que qualquer pessoa. Estamos tendo reuniões individuais cada pai com o professor e nessa hora é importante dar ao professor a percepção que cada pai tem sobre o aprendizado.

Tendo dito isso, também é importante o trabalho em casa, adicionando aquilo que o pai acha que está faltando e aprimorando aquilo que está funcionando.

Todo professor que prepara aula para um grupo, tenta ensinar de forma que todos acompanhem mas se o seu filho requer mais ou menos de alguma área, talvez seja interessante pensar em aula particular? Ou jogos em português? Ou outra atividade para aguçar o interesse: vídeos, filmes, músicas. Há uma gama de opções atualmente: YouTube, Netflix, apps em português como por exemplo o Duolingo.

O que o seu filho gosta? Ache esse tema traduzido e trabalhe em casa. Achou um material legal que acha que outros alunos possam gostar? Dívida com a gente!

Somos todos pais que já passamos ou passaremos por isso. O clubinho são duas horas contra 168 horas semanais. Toda ajuda é pouco mas ainda assim não podemos desistir.

Comments